plataformas de ecommerce

Encontrar a melhor solução de e-commece para a sua loja virtual pode ser um tanto complexo. Mas, caso você queira lançar um e-commerce de sucesso, vai precisar procurar as opções disponíveis e avaliar seus recursos, desempenho, preços e todo o resto.

Isso pode levar um certo tempo e você, provavelmente, já vive correndo. Então, que tal saber qual ferramenta de e-commerce pode facilitar a sua vida em vez de dificultá-la? A plataforma de e-commerce ideal para o seu perfil vai automatizar várias coisas no seu lugar (ex.: entrega e impostos), para que você possa se concentrar em vender os seus produtos e serviços on-line.

Como podemos ver abaixo, não faltam soluções em se tratando de criar lojas virtuais. Por esse motivo, preparei este guia completo que vai ajudá-lo a escolher a plataforma de e-commerce mais adaptada ao seu projeto.

Estas são as 10 melhores plataformas de e-commerce:

Mas, se você não estiver a fim de ler todo o artigo, segue um rápido panorama dessas ferramentas.

O Shopify é a melhor solução para criar grandes lojas virtuais facilmente. O WooCommerce também é interessante para os projetos maiores, mas pode necessitar de conhecimentos técnicos. Ele é mais flexível e possibilita ter uma loja multilíngue.

O Squarespace, o Weebly e a Wix são boas opções para projetos de loja menor (e mais simples). Essas ferramentas trazem vários recursos para criação de marketing de conteúdo (ex.: landing pages, posts de blog, etc.) e, portanto, podem ser mais adaptadas se a sua estratégia for baseada nisso.

Para os futuros comerciantes com orçamento baixo, um conselho: a loja virtual do Weebly vem incluída em TODOS os planos. Ela exibe um pequeno anúncio no rodapé, mas cobre quase todas as funções de e-commerce.

O que é uma plataforma de e-commerce?

Uma plataforma de e-commerce é um software que permite que donos de empresas vendam seus produtos e serviços on-line. Com a maioria delas dá para montar uma loja virtual, mas você não precisa necessariamente de um site para vender on-line. Por exemplo, você pode vender passando pelos seus canais de redes sociais, por e-mail marketing ou disponibilizando os seus produtos em marketplaces, do tipo Etsy, Amazon ou eBay.

No entanto, como veremos na sequência, sempre é uma boa ideia ter o seu próprio e-commerce e presença virtual, nos quais centralizar seus esforços comerciais. Por exemplo, imagine se o canal de rede social que você costuma usar decidir um dia que os seus produtos não são mais bem-vindos – o que poderia acontecer, digamos, com cigarros eletrônicos –, você ficaria em maus lençóis.

shopify lugares para vender

Canais de vendas adicionais do Shopify

Além disso, várias plataformas de criação de loja deixam vender passando pelas redes sociais ou marketplaces, como os do Facebook, Instagram e eBay.

Tipos variados de plataformas de e-commerce

Existem vários tipos de soluções de e-commerce: algumas são focadas em vender produtos digitais, outras são ótimas para o dropshipping (ex.: Oberlo) e ainda outras são perfeitas para modelos baseados em assinatura (ex.: Wix Membership).

Entretanto, todas elas entram em uma dessas 2 categorias:

Soluções hospedadas:

Também conhecidos como criadores de loja virtual (ex.: Shopify, Squarespace, Weebly), esses produtos no formato SaaS cobram pagamentos mensais ou anuais. Todas essas plataformas são hospedadas pelo provedor e os donos de loja não precisam se preocupar com atualizações, questões de segurança nem serviço de hospedagem.

squarespace criar loja virtual 1

As soluções hospedadas são o jeito mais rápido e fácil de criar uma loja virtual, mas parte da flexibilidade pode ser perdida. Apesar de os criadores de loja serem bastante flexíveis e alguns permitirem personalização de código, há sempre um limite nas coisas que você pode mudar (ex.: a configuração do seu servidor).

Plataformas auto-hospedadas:

São no geral CMS (Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo) de código aberto para os quais os donos de loja precisam encontrar seu próprio serviço de hospedagem. No geral não há pagamentos ligados ao uso de CMS, mas as atualizações e os procedimentos de segurança ficam a cargo de webmasters.

woocommerce self hosted ecommerce solution

Como você tem acesso ao código-fonte do aplicativo, tudo é possível, contanto que você saiba codificar. Essas plataformas de e-commerce auto-hospedadas podem ser um desafio para principiantes, já que elas costumam ser mais complexas. Se você não tiver a experiência técnica necessária, vai precisar dos serviços de um desenvolvedor profissional, o que não é barato.

Observação: saiba que hoje em dia vários serviços hospedados, como o Shopify ou o Ecwid, também podem ser usados com o WordPress – é tipo uma abordagem híbrida. A vantagem é que você vai ter mais controle na configuração da sua hospedagem, mas também pode ser mais confuso usar dois sistemas para operar a sua loja virtual.

Encontre as melhores soluções para projetos de e-commerce maiores

N.° Plataforma de e-commerce Preços Comentários
1 Shopify online store website builder

Shopify

O canivete suíço das lojas virtuais

  • Basic: $26
  • Shopify: $71
  • Advanced: $266

  • Fácil de usar
  • Flexível e escalável
  • Comunidade grande
  • Vários apps
  • Suporte de confiança

  • Custos para loja multilíngue
  • Taxas extras
  • Criação de conteúdo

2 woocommerce ecommerce platform

WooCommerce

A melhor extensão para o WordPress

  • Blog: R$ 24,19
  • Startup: R$ 29,69
  • Pro: R$ 47,24
  • VIP: R$ 136,99

Esses preços se referem à hospedagem do WordPress com o HostGator.

  • Recursos avançados
  • SEO sólido
  • Altamente personalizável
  • Comunidade grande

  • Não é fácil de usar
  • Sem suporte
  • Atualizações e segurança

3 magento ecommerce platform

Magento

Para projetos maiores

  • Plano P: R$ 24,99
  • Plano M: R$ 32,99
  • Plano Turbo: R$ 86,99

Esses preços se referem à hospedagem de nível básico com o HostGator.

  • Para lojas maiores
  • Altamente personalizável
  • Comunidade vasta

  • Muito difícil de usar
  • Sem suporte
  • Atualizações e segurança
  • Hospedagem especial

4 prestashop ecommerce solution

PrestaShop

Popular na Europa

  • Plano P: R$ 24,99
  • Plano M: R$ 32,99
  • Plano Turbo: R$ 86,99

Esses preços se referem à hospedagem de nível básico com o HostGator.

  • Recursos avançados
  • Personalizável

  • Uso complexo
  • Sem suporte oficial
  • Comunidade pequena

Plataformas de e-commerce mais usadas para lojas virtuais menores

N.° Plataforma de e-commerce Preços Comentários
1 Wix review

Wix

De grande valia

  • Biz. Básico: $23
  • Biz. Ilimitado: $27
  • Biz. VIP: $49

  • Fácil de usar
  • Acessível
  • Sem comissão de vendas
  • Bons designs

  • Carregamento lento
  • Não recomendada para lojas maiores

2 Squarespace logo

Squarespace

Para pessoas criativas com projetos de e-commerce

  • Business: $18
  • Online store: $26
  • Online Store (Advanced): $40

> Teste sem riscos

  • Integração sólida de blog
  • Venda de serviços
  • Venda de assinaturas
  • Adequado às redes sociais

  • Designs limitados
  • Sem automatização de impostos
  • Taxas de transação

3 Weebly ecommerce website builder

Weebly

Facilitando, e muito, as vendas

  • Pro: $12
  • Business: $25
  • Business Plus: $26

> Teste sem riscos

  • Muito fácil de usar
  • Calculadora de frete
  • Criação de conteúdo

  • Sem pagamentos off-line
  • Sem dropshipping
  • Sem suporte em português

4 plataforma loja virtual nuvemshop

Nuvem Shop

  • Impulso: R$ 49,90
  • Influência: R$ 99,90
  • Escala: R$ 199,90

> Teste sem riscos

  • Recursos multilíngues
  • Recursos para diversas moedas
  • Back-end fácil e intuitivo
  • App store

  • Faltam recursos básicos
  • Pouca disponibilidade de templates

5 plataforma de ecommerce loja integrada

Loja Integrada

  • Grátis: R$ 0 (com limitações)
  • Pro 1: R$ 49,00
  • Pro 2: R$ 99,00
  • Pro 3: R$ 199,00
  • Pro 4: R$ 399,00
  • Pro 5: R$ 499,00

  • Ferramenta intuitiva
  • Plano grátis (limitado)

  • Os planos restringem as visitas e os produtos
  • O visual dos designs não é dos mais modernos
  • Sem templates grátis disponíveis
  • Editor com aspecto ultrapassado

6 ecwid hosted ecommerce platform

Ecwid

Lojas virtuais em qualquer lugar

  • Free: $0
  • Venture: $12.50
  • Business: $29.17
  • Unlimited: $82.50

> Teste sem riscos

  • Fácil de usar
  • Formas de pagamento

  • Designs limitados
  • Necessidade de site existente
  • Melhor se você falar inglês

Popularidade das plataformas de e-commerce

Em matéria de popularidade dos criadores de e-commerce, temos um vencedor incontestável: o Shopify.

ecommerce platform popularity by country

De acordo com o GoogleTrends, o Shopify conseguiu alcançar a posição número 1 de popularidade entre as plataformas de criação on-line. Mas vendo o seu uso em números (em inglês) em países como EUA, Reino Unido, Austrália ou Canadá, o Shopify tem 30% de fatia de mercado, o que não é nada mal para uma empresa criada em 2006.

brazil plataformas de ecommerce

               Fatia de mercado das plataformas de e-commerce no Brasil pela BuiltWith

Mais especificamente para os dados do Brasil, a Wix e a Loja Integrada (com 16% de fatia de mercado cada) parecem ser as plataformas de e-commerce mais usadas do país. O Shopify só representa 5% do mercado e ferramentas como WooCommerce, Ecwid e Nuvem Shop são mais procuradas.

De qualquer modo, esses números não são fixos, mas nos ajudam a ter uma ideia de quais plataformas são mais relevantes.

Os 10 melhores criadores de e-commerce que você pode usar

Shopify

O canivete suíço das lojas virtuais

plataforma loja virtual shopify

Com mais de 1 milhão de comerciantes, o Shopify é, sem dúvida, o criador de loja virtual mais bem-sucedido do mundo. Tudo começou como um projeto pessoal de um jovem alemão domiciliado no Canadá para vender equipamentos de snowboard. Hoje em dia, o Shopify emprega milhares de pessoas e já ajudou seus comerciantes a venderem por mais de 180 bilhões de dólares.

Porém, no mercado de língua portuguesa ele ainda tem muito pela frente, porque por enquanto não aparece nem entre as 5 plataformas mais usadas.

O Shopify inova em permanência, lançando novos recursos e explorando novas oportunidades, como facilitar a venda dos usuários nos canais de rede social. Além disso, seu sistema permite que os comerciantes personalizem o código-fonte e o adaptem às suas necessidades.

Do que gostamos: o Shopify é incrivelmente fácil de usar se você levar em conta a quantidade de recursos disponíveis. Mas, ao mesmo tempo, o sistema é flexível o suficiente para cobrir projetos com especificidades únicas. O Shopify também é escalável, caso a sua loja virtual comece a crescer. Outro ponto positivo é a grande comunidade de usuários e o ecossistema de desenvolvedores que apoiam o produto, por exemplo, você encontra centenas de aplicativos para expandir a capacidade da plataforma.

O que deveria ser melhorado: eu gostaria que o Shopify propusesse um jeito melhor de criar lojas virtuais multilíngues. Ele poderia oferecer um pouco mais para a elaboração de conteúdo comum (ex.: landing pages e artigos de blog). Parte da estrutura da URL do Shopify não pode ser personalizada: por exemplo, você não pode mudar a string ‘/product/’ nas URLs de produto. Esta não é uma solução para todos os orçamentos, visto que o plano mais barato vai sair por $26/mês.

Leia a análise

Teste grátis: shopify.com

WooCommerce

A melhor extensão para o WordPress

woocommerce loja virtual para wordpress

O WooCommerce é um pouco diferente das ferramentas anteriores: ele é um plugin que você pode adicionar a qualquer site WordPress para conseguir um e-commerce potente. Esse plugin, de tão usado pelos desenvolvedores do WordPress, se tornou a solução padrão para montar lojas virtuais. Em 2015, a Automattic, a empresa por trás do WordPress, comprou o WooCommerce por mais de 30 milhões de dólares.

Mas como o WooCommerce e o WordPress são soluções de código aberto auto-hospedadas, você vai precisar do seu próprio provedor (ex.: HostGator) e cuidar das atualizações e dos problemas que aparecem pelo caminho. Claro que você também pode contratar um desenvolvedor profissional para ajudar se puder pagar.

Do que gostamos: o WordPress e o WooCommerce desfrutam de uma vasta comunidade, então não há escassez de opções de designs (temas) e plugins. O WooCommerce é o mais flexível possível, portanto, se precisar de uma solução personalizada para o seu projeto, um programador pode se encarregar. A disponibilidade de recursos de e-commerce é gritante e os donos de loja têm muitas opções. Ele também é adequado para criar lojas virtuais em vários idiomas.

O que deveria ser melhorado: o WooCommerce não é fácil de usar e conhecimento em programação será necessário até para mudar pequenas coisas no seu template. Apesar de poder encontrar muitas informações on-line, não há um canal de suporte ao cliente WooComerce para te socorrer se você empacar. Os serviços de hospedagem não vêm incluídos, o que significa que você vai ter que encontrar o seu próprio.

Wix

De grande valia

Clique aqui para testar a Wix gratuitamente: https://www.websitetooltester.com/fora/wix-youtube Encontre aqui uma análise mais detalhada da Wix: ... Análise 2018 da Wix: uma boa solução para criar um site? 2018-11-06T12:59:24.000Z https://i.ytimg.com/vi/blxTHkDXiOE/default.jpg

Não restam dúvidas de que este criador de lojas israelense é o mais bem-sucedido do mercado: 150 milhões de usuários o escolheram para o seu site. A agilidade da Wix para desenvolver novos recursos é impressionante, talvez só o Shopify esteja à altura.

Apesar de a Wix ter levado mais tempo para propor um módulo de e-commerce aproveitável (no começo ele era bem simples), ela acabou criando uma solução sólida, com um monte de recursos úteis. Além disso, a abordagem dela é única ao ajudar pequenas empresas com aplicativos de reserva e organização de eventos para hotéis e restaurantes.

Do que gostamos: a Wix sempre teve mais templates do que todo mundo e, mesmo eles não sendo totalmente responsivos, você pode personalizá-los para a boa visualização em qualquer dispositivo. Depois do Weebly e do Jimdo, a Wix é provavelmente a plataforma de e-commerce mais fácil de usar. Ela não cobra taxas extras de transação e os seus planos (os mais baixos) são mais acessíveis do que os dos seus concorrentes diretos, como Weebly ou Squarespace. Os recursos de e-commerce da Wix melhoraram tanto nos últimos anos que agora ela é considerada uma boa plataforma de e-commerce para as lojas virtuais menores.

O que deveria ser melhorado: infelizmente, no quesito velocidade de carregamento a Wix perde para os seus concorrentes. Você só vai ter um nível de subnavegação, o que dificulta a estruturação de lojas virtuais maiores. Também falta flexibilidade nos seus e-mails de confirmação já que não há muita personalização possível.

Leia a análise

Teste grátis: wix.com

Squarespace

Para pessoas criativas com projetos de e-commerce

squarespace criar loja virtual

Ferramenta de criação sediada em Nova York, surgiu no mercado em 2003. Desde então, tem ajudado milhões de pessoas a criarem seus sites, bem como lojas virtuais.

No que diz respeito a criadores de site, poucos são tão usados e bem-sucedidos quanto o Squarespace. Com o passar dos anos, ele também desenvolveu suas funções de loja virtual e se tornou uma das melhores plataformas de e-commerce.

Do que gostamos: levando-se em conta que ele não é um criador de site focado no e-commerce, seu leque de recursos de venda é admirável. Poucas plataformas tornam tão cômodo vender serviços e assinaturas on-line quanto o Squarespace. Seus designs são estilosos e com visual moderno, talvez igualados só pela Wix. A loja virtual é perfeitamente integrada com o sistema: adicionar produtos para vender nos posts do seu blog será moleza. Ele também tem um sistema de ponto de venda para vender pessoalmente.

O que poderia ser melhorado: a cada vez que uso o Squarespace fico um pouco perdido, porque acho o seu sistema (às vezes) contraintuitivo e algumas opções (ex.: textos alternativos para imagens) são difíceis de achar. Administrar os impostos da sua loja com o Squarespace pode ser maçante, visto que o processo não é 100% automático. Eles cobram taxas extras de transação se o seu plano de e-commerce for o mais baixo.

Teste grátis: squarespace.com

Ecwid

Lojas virtuais em qualquer lugar

ecwid pluguin loja virtual

Em 2009, Ruslan Fazlyev, um veterano do e-commerce (cofundador da X-Cart), lançou o Ecwid para que donos de pequenas empresas pudessem vender seus produtos e serviços on-line. Desde então, mais de 1 milhão de comerciantes escolheram a plataforma para sua loja virtual.

O Ecwid é um pouco diferente das outras ferramentas de criação de loja virtual: você pode vê-lo como uma extensão que pode ser adicionada a qualquer site para transformá-lo em uma loja virtual com todos os recursos. O Ecwid pode ser bastante prático se você já tiver um site sem funções de e-commerce e deseja vender on-line.

O que distingue o Ecwid é que você pode começar de graça. O plano Forever Free permite criar uma pequena loja virtual com 10 produtos por exatamente R$ 0,00/mês.

Do que gostamos: não se engane achando que o conceito simples do Ecwid esconde uma plataforma limitada. Na verdade, ele oferece infinitas possibilidades de e-commerce (ex.: recurso para salvar carrinho abandonado ou sistemas de ponto de venda). Ele pode ser usado para criar lojas virtuais no WordPress, Wix, Squarespace, Joomla, Blogger e muitos outros. Com o plano mais completo, você também poderá criar um app de compras para iOS ou Android.

O que deveria ser melhorado: embora o Ecwid venha com designs responsivos, para personalizar totalmente a sua loja você vai ter que ralar, precisando talvez mergulhar no CSS ou comprar aplicativos extras. O SEO do Ecwid melhorou recentemente, mas, ainda existem falhas que devem ser corrigidas (ex.: interferências nas URLs dos produtos). Para poder usar o Ecwid você já deve ter um site, por isso, se estiver começando, outras soluções serão mais adaptadas. Saiba que alguns conteúdos do Ecwid não foram traduzidos em português.

Teste grátis: ecwid.com

Weebly

Facilitando, e muito, as vendas

weebly loja virtual

O Weebly é outro criador de site tradicional. Ele começou a trilhar seu caminho em 2007 e é usado atualmente por mais de 50 milhões de pessoas. Em 2018 a empresa gigante de e-commerce Square colocou a mão no bolso e comprou o Weebly pela módica soma de 365 milhões de dólares (!!!).

O que surpreende é que pouca coisa nova apareceu no Weebly desde que foi comprado. Dito isso, o criador de site já era uma excelente ferramenta para criar uma loja virtual.

Do que gostamos: na minha experiência, o Weebly é a plataforma de e-commerce mais fácil de usar que eu já testei. O editor estruturado deles é perfeito para principiantes. Alguns dos recursos de e-commerce são incrivelmente avançados, como por exemplo, a calculadora de frete e de impostos. Parecido com o Squarespace, o módulo de e-commerce é totalmente integrado com outras partes do seu site (ex.: o seu blog).

O que deveria ser melhorado: ao contrário da maioria da concorrência (ex.: a Wix ou o Shopify), ele não aceita opções de pagamento off-line (ex.: transferência bancária ou pagamento na loja). Se você tiver planos de lançar um projeto de dropshipping, o Weebly não vai ajudar muito. Também não há uma maneira inteligente de criar uma loja virtual (ou site) em vários idiomas. Para tirar o maior proveito da potência de e-commerce do Weebly, escolha o plano Business (por $25/mês). Infelizmente você vai ter que falar um pouco de inglês porque a equipe de suporte e os materiais de aprendizagem não incluem o português.

Teste grátis: weebly.com

Melhores plataformas de e-commerce para:

Agora vejamos alguns tipos de caso e quais plataformas são as mais adaptadas:

Lojas virtuais grandes

Big Online Stores

Você pretende criar uma loja virtual grande (ex.: com mais de 500 produtos) e precisa de um sistema robusto? Eu recomendaria o Shopify.

Se você não tiver medo de desafios técnicos, outra opção seria usar uma combinação do WordPress e do WooCommerce. Se quiser uma alternativa (de código aberto) para o WordPress, dê uma olhada no Magento.

Lojas virtuais pequenas

Às vezes é bom ser um peixe grande (ex.: Amazon), mas às vezes ter um tamanho menor pode ser a melhor saída. Se a sua for abrir uma loja virtual de pequeno ou médio portes, sugiro dar uma conferida no Squarespace e no Weebly (lembre-se de que o Weebly não propõe suporte em português).

A Wix é outro caminho, mas ela não é adequada para estruturas de site complexo e com muitos produtos (ex.: mais de 200). O lado positivo é que ela oferece um layout excelente e uma flexibilidade de criação que é inigualável.

Dropshipping

Dropshipping

Quem trabalha com dropshipping vai ficar feliz de saber que várias (das maiores) soluções de e-commerce se integram com inúmeros fornecedores de dropshipping, como AliExpress, Doba ou MegaGoods.

Mas o Shopify foi além quando comprou o aplicativo Oberlo, que se integrava facilmente com vários provedores de dropshipping. Porém, o WooCommerce também oferece soluções razoáveis por plugins, como o AliDropship (artigo em inglês).

Mais baratas

Nem todos os projetos vão precisar de todos os floreios disponíveis no quesito recursos de e-commerce e o preço pode ser um problema. A Nuvem Shop e a Wix são as ferramentas mais acessíveis do mercado.

Caso você já tenha um site, confira o Ecwid, ele pode te fazer economizar, além de ser uma solução poderosa.

Lojas multilíngues

Multilingual site

Você pode pensar que hoje em dia criar uma loja virtual multilíngue é tão fácil quanto criar uma monolíngue. A verdade deve ser dita: lançar um projeto de e-commerce em vários idiomas não é tão simples.

Até agora, plataformas como BigCommerce, Squarespace e Weebly não encontraram uma forma fiável de resolver isso. De fato, existem aplicativos multilíngues que você pode usar, mas ou eles são caros (ex.: Shopify) e/ou não muito bons (ex.: para o SEO). Outra opção é a Nuvem Shop, com o plano mais caro você pode montar o seu e-commerce em várias línguas.

Você também pode dar uma olhada em plataformas de e-commerce avançadas, como WooCommerce ou Magento. Ainda assim talvez seja preciso adicionar extensões (ex.: Polylang ou WPML no WooCommerce) para enriquecer a sua loja virtual com funcionalidades multilíngues.

Vender serviços

Você já tentou vender serviços com uma ferramenta que não tinha os recursos certos para isso? Eu já e não foi cômico, porque a experiência do usuário era toda errada. Por exemplo, os e-mails de confirmação não tinham sentido nenhum e você acabava recebendo um monte de mensagens de clientes que não estavam entendendo nada.

Agora, se você quiser uma solução com o software adequado para vender serviços, tem a Wix ou o Squarespace para projetos menores, e o Shopify e o WooCommerce para lojas virtuais maiores.

wix hotels rooms

Sistema Hotels Booking da Wix

Observação: a Wix vem com vários aplicativos focados em negócios que já estão prontos para ajudar donos de empresa a vender on-line. Por exemplo, ela tem soluções para restaurantes, hotéis, músicos, fotógrafos e mesmo um sistema de reserva integrado. Confira aqui.

Vender produtos digitais

Pode acontecer de você não vender um produto físico. Por exemplo, você é designer gráfico ou fotógrafo e quer vender as suas melhores fotos ou ilustrações como produtos digitais, ou talvez você tenha um e-book que gostaria de começar a distribuir.

A maioria das ferramentas neste post estão equipadas com os recursos que permitem vender essa categoria de produtos.

Vender assinaturas

Selling downloads

Há alguns anos, a configuração para vender assinaturas ou receber pagamentos frequentes era uma dor de cabeça. Porém, algumas plataformas de e-commerce deram um grande passo e integraram sistemas para que os usuários possam vender assinaturas.

Existem várias extensões que você pode usar no WooCommerce com este fim. Atenção: conhecimentos técnicos podem ser necessários. Mas se você estiver procurando uma solução sem perrengue para vender assinaturas, escolha a Wix (com os planos Business) ou o Squarespace (com os planos Advanced Commerce).

Curiosamente, os grandes atores, como o Shopify, não têm sistemas integrados pelos quais vender assinaturas, você vai precisar de um dos aplicativos existentes, tornando a sua assinatura mais cara.

O que essas soluções de e-commerce fazem por você?

Antigamente, vender on-line não era um caminho fácil, mas hoje em dia os criadores de site e plataformas de e-commerce facilitam (relativamente) esse processo. Por exemplo, você não precisa de experiência em codificação para administrar a sua loja virtual.

Mas, como dono de uma loja virtual, quais são as vantagens dessas plataformas? Veja alguns benefícios:

  • Abrir o seu e-commerce sem conhecimento em programação
  • Deixar que elas cuidem das atualizações e das questões de segurança*
  • Processar pedidos e pagamentos on-line
  • Administrar facilmente as configurações de impostos e frete
  • Apoio na criação de conteúdo (ex.: landing pages e posts de blog)
  • Recursos de marketing disponíveis para aumentar as conversões (ex.: vale-presente ou cupom)
  • Sistemas robustos de relatório para monitorar o sucesso e identificar problemas
  • Integração de vendas multicanal (ex.: vender no Instagram ou no Facebook)
  • Importação e exportação de dados rápidas (ex.: para produtos)
  • Personalização das opções de SEO

* Isso só se aplica a soluções como Shopify, BigCommerce, Squarespace, Weebly ou Wix. Não para os CMS, como Magento, WooCommerce e PrestaShop.

Não estou dizendo que você não vá ter que trabalhar duro para criar uma loja virtual bem-sucedida, mas essas ferramentas permitem que você se concentre em vender mais, já que estará livre de tarefas chatas, do estilo fazer upload de produtos para a sua loja ou atualizar plugins e extensões.

Quanto custam as plataformas de e-commerce?

Esta é uma pergunta importante, nem todo mundo tem uma quantia legal para gastar com software. Veja quanto essas plataformas de e-commerce podem custar:

Os preços do Shopify começam em $26/mês. Se precisar de mais recursos avançados (ex.: relatórios aprofundados), terá que fazer o upgrade para um plano superior por $71/mês. Saiba que o Shopify cobra taxas extras de transação se você não passar pelo portal de pagamento dele.

woocommerce extensions

Na teoria, CMS como Magento, WooCommerce e PrestaShop são gratuitos, porque essas soluções são de código aberto. Porém, você vai precisar de um serviço de hospedagem (a partir de R$ 25,00/mês por um razoável) e alguns recursos extras, como templates ou plugins. Além disso, se você não tiver experiência em programação, contratar um desenvolvedor pode sair caro, já que eles cobram por hora (valores entre R$ 30,00 e R$ 100,00).

Com ferramentas como Wix, Nuvem Shop e Squarespace, a sua loja virtual vai sair um pouco mais barato. $23, R$ 49,90 e $18 por mês, respectivamente. No entanto, saiba que o Squarespace (+3%) e a Nuvem Shop (R$ 1,99) cobram taxas extras de transação.

Para terminar, se você já tem um site, o Ecwid é a alternativa mais barata, a partir de $12.50/mês para uma loja virtual funcional na qual você pode vender até 100 produtos. Como o Jimdo, ele tem um plano grátis, com certas limitações (ex.: somente 10 produtos).

Plataforma Planos Contas para a equipe Produtos aceitos Outro
Shopify

$26/mês

$71/mês

$266/mês

2

5

15

Ilimitado Se você não passar pelo portal de pagamento dele, taxas extras de transação serão cobradas (2%, 1% e 0,5%)
WooCommerce, Magento e PrestaShop A partir de $20/mês para a hospedagem Ilimitado Ilimitado Despesas com plugins, temas e desenvolvedor podem se aplicar
Squarespace

$18/mês

$26/mês

$40/mês

Ilimitado Ilimitado Taxa de transação extra de 3% com o plano Business
Weebly

$12/mês

$25/mês

$26/mês

Ilimitado Ilimitado Recursos úteis de e-commerce disponíveis apenas para os planos Business ou superior
Wix

$23/mês

$27/mês

$49/mês

Ilimitado Ilimitado 20 GB de armazenamento

35 GB de armazenamento

50 GB de armazenamento

Ecwid*

$12.50mês

$29.17/mês

$82.50/mês

1

2

Ilimitado

100

2.500

Ilimitado

Máx. de 100 MB/arquivo

Máx. de 1 GB/arquivo

Máx. de 10 GB/arquivo

* Observe que o Ecwid oferece uma loja virtual básica grátis (ex.: com funcionalidades e produtos limitados).

Aspectos e recursos que você deveria levar em conta:

Antes de definir a plataforma de e-commerce para o seu projeto, existem vários fatores que devem ser levados em conta para garantir a escolha da solução mais adaptada ao seu perfil.

Facilidade de uso

Você precisa de uma plataforma que corresponda às suas competências técnicas e necessidades. Não faz sentido escolher um CMS avançado como o Magento ou o WooCommerce se você não conhece pelo menos um pouco de tecnologia. O mesmo se aplica no sentido contrário: não escolha uma plataforma simples e fácil demais de usar, como o Jimdo, quando você pretende criar um e-commerce complexo (ex.: com recursos multilíngues).

Product Settings Shopify ease of use

O Shopify facilita a edição das informações do produto

Na minha opinião, as ferramentas mais fáceis de usar para criar lojas virtuais são: Wix, Nuvem Shop e Squarespace. Mas elas também são um pouco mais limitadas em termos de recursos de e-commerce – principalmente o Jimdo.

O Shopify é um meio termo. Ele é razoavelmente fácil de usar, mas ao mesmo tempo permite escalar a sua loja fornecendo basicamente qualquer recurso de e-commerce que precisar.

Por outro lado, com sistemas de gerenciamento de conteúdo de código aberto, como WordPress, PrestaShop ou Magento, você poderá criar qualquer coisa que tiver em mente, mas vai precisar de conhecimentos em programação, às vezes até mesmo para simples atualizações.

Templates e design

Você compraria uma camiseta, ou qualquer outra coisa, em uma loja física que não estivesse limpa, não tivesse os produtos arrumadinhos e tivesse uma fila de meia hora para pagar?

Se você for como eu, de jeito nenhum.

bad ecommerce example

O que você acha do design desse site? Talvez eles tenham bons resultados, mas eu não iria querer que o meu e-commerce fosse assim – sem querer ofender.

Para as lojas virtuais é a mesma coisa, você deve usar designs bem-cuidados e uma boa estrutura para favorecer a experiência do usuário e as conversões. No que você deve prestar atenção:

  • Alternativas suficientes de template (focadas no e-commerce)
  • Todos os templates devem ser adaptados para dispositivos móveis para a boa visualização em qualquer aparelho
  • Óbvio, os designs devem ser bonitos e com, idealmente, testes A/B para as conversões
  • Você vai precisar de um sistema que permite personalizar os seus estilos e designs

Na minha opinião, a Wix e o Squarespace oferecem os melhores designs para os projetos menores, além do mais, são de graça. Sem dúvidas, em matéria de design, a Wix é o criador de site mais flexível do mercado. Mas se você quiser uma solução inteiramente voltada para o e-commerce, os designs do Shopify são (para mim) um pouco mais modernos e a variedade de templates grátis é razoável.

Recursos de e-commerce

Todas as plataformas aqui mencionadas (mesmo o Jimdo) trazem os recursos básicos de e-commerce que você vai precisar. Por exemplo, um sistema que processa as opções de gerenciamento de pedidos, impostos e entregas, e funcionalidades promocionais, como vale-presente ou códigos de desconto.

bigcommerce ecommerce features

Processamento de pedidos do BigCommerce

Porém, algumas ferramentas oferecem mais do que as outras, então saiba exatamente do que você precisa antes de se comprometer com uma plataforma de e-commerce.

Eu diria que, claro, o WooCommerce tem um leque mais amplo de recursos disponível. Ferramentas como o Shopify ou o BigCommerce também fornecem uma excelente variedade, mas às vezes eles só estão disponíveis nos planos superiores.

Canais de venda adicionais

Ter a sua loja virtual é ótimo, mas para muitos projetos de e-commerce, ter a opção de vender passando por outros canais seria ainda melhor. Por exemplo, talvez você queira vender no Facebook ou no Instagram (ex.: se trabalhar com capinhas de telefone “diferentosas”), integrar a sua loja virtual com a Amazon ou mesmo iniciar um negócio de dropshipping.

shopify sales channels

Se ter um projeto de e-commerce multicanal é o seu objetivo, eu sugiro que você dê uma olhada no Shopify, com ele dá para vender pelo Facebook ou Instagram. Além disso, ele tem o seu próprio app de dropshipping e permite que você venda pessoalmente com o ponto de venda do Shopify.

A maioria dessas integrações também é possível com outros provedores (ex.: Wix, Nuvem Shop ou WooCommerce), mas o Shopify oferece uma experiência mais completa.

Aplicativos e extensões

Essas plataformas de e-commerce são realmente impressionantes, mas o que me deixa boquiaberto é como você pode aumentar os recursos e otimizar a sua loja virtual adicionando extensões (ex.: plugins ou apps).

Por exemplo, usando o Yoast SEO para o WordPress você pode dar um megaempurrão no SEO da sua loja, visto que ele traz novas opções para otimizar as suas páginas (ex.: sitemaps em XML).

wix plataforma ecommerce

O WordPress (e o WooCommerce) tem a maior comunidade e a quantidade de plugins disponíveis é de tirar o fôlego. Depois do WordPress, eu diria que o Shopify e a Wix oferecem o maior leque de extensões.

Opções de SEO

Se tem uma coisa que eu aprendi trabalhando na WebsiteToolTester há anos é que todos os nossos leitores amam o SEO – e eu também!

Você ficaria surpreso com a quantidade de perguntas ligadas ao SEO que os meus colegas e eu recebemos, e no geral elas são relacionadas à comparação de recursos de SEO entre as plataformas (ex.: Wix). Obviamente, todos os donos de loja querem acertar em cheio na sua estratégia de SEO para atrair as vendas orgânicas com tráfego “grátis”.

Começo dizendo que, na maior parte do tempo, quando o desempenho de uma loja não é bom por causa do SEO, isso costuma acontecer por causa de problemas na otimização, como tags que estão faltando, links quebrados ou backlinks fracos.

Dito isto, algumas ferramentas oferecem um pouco mais em termos de recursos de SEO. O grande vencedor aqui é o WooCommerce. Embora plataformas como Shopify, Weebly, Wix e Squarespace também acertem aqui e ali.

Como o WooCommerce funciona por cima do WordPress, você pode personalizar praticamente qualquer opção de SEO que quiser – isso é prático para vários nichos competitivos.

Mas, espere aí!

Lembre-se de que a velocidade é crucial para o SEO, então, você deve ter um provedor de hospedagem razoável para configurar a sua loja com o WooCommerce ou CMS do tipo.

Suporte ao cliente

A maioria das plataformas de e-commerce virtuais têm documentos informativos com tutoriais que você pode acessar. Mas se ficar empacado, ter um atendente de suporte ao cliente pode ajudar a salvar a sua pele – ou pelo menos economizar bastante tempo e dinheiro.

Pessoalmente, eu gosto quando eles fornecem suporte por chat ao vivo, mas você pode preferir suporte por e-mail ou telefone.

wordpress support forums

Saiba que aplicativos de código aberto como o WordPress ou a PrestaShop não fornecem suporte personalizado. Em caso de qualquer problema, prepare-se para navegar pelos fóruns da comunidade para (espera-se) encontrar uma solução. Você também pode contratar um desenvolvedor profissional, mas para isso vai precisar desembolsar a quantia cobrada.

Desempenho e plataformas de e-commerce

Desde que a conectividade móvel explodiu no começo dos anos 2000, donos de site, usuários e mecanismos de busca (como o Google) têm ficado obcecados pelo desempenho – todos querem sites que carregam rápido.

Sim, você pode ter a loja mais chique e um funil de vendas “ferradão”, mas se a sua loja virtual for lenta (demais), vai ser um desastre… as conversões vão cair e os mecanismos de busca vão castigar o seu posicionamento.

Mas, não se preocupe, eu estou aqui. Você não precisa ir testar cada plataforma para ver quais são rápidas e quais não são, nós fizemos isso no seu lugar. Checamos mais de 4.000 sites (em inglês) para encontrar as plataformas com melhor desempenho. Seguem os resultados:

Resumo dos resultados de velocidade

Vimos que o desempenho do Weebly, Squarespace e Shopify foi OK – os sites em computador fixo carregaram em menos de 3 segundos.

Não ficamos 100% satisfeitos com a velocidade da Wix, WordPress e WooCommerce, porque os sites precisaram, em média, de mais de 3 segundos para carregar em computadores fixos.

Não se esqueça do tempo de atividade, igualmente importante. Você não quer uma loja virtual que caia toda hora porque o provedor é incapaz de oferecer servidores estáveis. Claro, você vai fazer ZERO venda se o seu site não funcionar.

shopify uptime response time

O tempo de atividade do Shopify é maior do que 99,95%

Como você pode imaginar, mecanismos de busca como o Google e o Bing não gostam de sites com períodos de inatividade longos e contínuos. Eles vão achar que o seu site desapareceu da internet ou não confiar nele.

Testamos o tempo de atividade de vários criadores de loja, então podemos dizer os que são mais fiáveis. Tenho o prazer de anunciar que, nos últimos 12 meses, todos os criadores de e-commerce desse artigo conseguiram alcançar um tempo de atividade de no mínimo 99,95%.

Considerações finais sobre as melhores plataformas de e-commerce

Como vimos, existem muitas alternativas viáveis para montar uma loja virtual, mas nem todas são adaptadas a cada caso. Fatores como a sua experiência técnica, o tamanho do projeto ou o orçamento influenciam a sua escolha.

Na minha opinião, podemos colocar a maioria das ferramentas em 3 categorias:

Elas se adequam mais a projetos (menores) com uma loja virtual anexada. Por exemplo, se você é fotógrafo e pretende fazer a sua propaganda, mas também vender o seu trabalho on-line.

  • Soluções de e-commerce focadas em loja virtual, como Shopify:

Elas também se adequam a projetos pequenos, mas têm uma boa escalabilidade e podem acomodar sites de e-commerce grandes. Você vai precisar separar dinheiro porque os planos iniciais são superiores aos dos criadores de site comum.

  • Soluções de código aberto, como WooCommerce, OpenCart e Magento:

Essas são boas opções para projetos maiores com necessidades únicas de personalização. Poder escolher o provedor de hospedagem (ex.: HostGator) representa uma vantagem para alguns, mesmo exigindo mais trabalho e conhecimento técnico.

Bom, espero que agora você tenha uma ideia mais clara de qual solução de e-commerce escolher para criar a melhor loja virtual! Mas se ainda tiver dúvidas sobre o assunto, deixe um comentário e vou tentar ajudar.

Comentários

Voltar para o topo